• Persa Planejamento Financeiro

MAIS MOTIVOS PARA VOCÊ MONTAR (AINDA HOJE) A SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Atualizado: 1 de mar. de 2021

Dando continuidade ao nosso último artigo, onde falamos um pouco sobre a Reserva de Emergência e sua importância, neste artigo trazemos mais motivos para você montar ainda hoje a sua Reserva de Emergência (Nossa Caixa n° 1 da Teoria (de Investimentos) das 8 Caixas):


1. Ajuda você nos seus momentos mais cruciais [ou difíceis] da vida

Pense em uma jovem que esteja se planejando para sair da casa dos pais ou mesmo em duas pessoas que acabaram de se casar e estão iniciando uma vida juntas. Ou, vamos mais adiante com este caso, e eles já estejam planejando a chegada de um bebê.

Pois bem, o que as situações têm em comum? Em todas estas situações as pessoas estão vivenciando momentos muito importantes, vitais, cruciais, de alto impacto em suas vidas, e que, certamente, demandam maior organização em relação ao dinheiro, uma vez que são momentos que elas precisarão disponibilizar mais recursos para conseguir realizar os seus planos.

Assim, podemos verificar que a reserva de emergência ajudará a ter um controle financeiro muito mais efetivo, pois ela proporcionará certa liberdade financeira, uma vez que o orçamento poderá ser organizado sem recorrer a empréstimos de parentes ou de instituições, por exemplo.

E, além disso, você se sentirá mais seguro tendo em vista que, em caso de qualquer imprevisto nesta nova fase da vida, você terá recursos financeiros que foi alocado nesta Caixa n°1.


2. Proteção do seu patrimônio

Mais um motivo para você, desde já, encher sua Caixa n°1 (Reserva de Emergência) será a de conseguir proteger as coisas que lhe são mais importantes, tais como, alguns bens, como imóveis e veículos, que sofrem com a depreciação e demandam manutenções eventuais.

Dessa forma, se você tem propriedades, é de suma importância que você tenha um valor guardado para arcar com despesas extras. Mesmo porque, a construção do patrimônio envolve muito esforço, determinação e disciplina; e ninguém deseja perdê-lo por conta de imprevistos.

Em razão disso, você deve sempre avaliar seu custo de vida, bem como quantidade de bens que tem, e com base nestes fatores, montar sua Reserva de Emergência, como explicamos nos nossos artigos anteriores. Assim, ressaltamos que o ideal é que a sua reserva de emergência consiga proteger tanto o seu orçamento do mês quanto suas propriedades nos momentos mais difíceis ou cruciais da sua vida.


3. Estabilidade diante do cenário econômico

Neste ano de 2020 tivemos um fator único e que não acontecia na história da Humanidade há muitos anos – a pandemia causada pelo coronavírus. E, nestes momentos de crise econômica, o que fazer? Nesses momentos, muitas pessoas passam por dificuldades no emprego ou enfrentam gastos maiores — por causa da inflação, por exemplo.

Portanto, é muito mais seguro e tranquilo poder contar com a sua reserva de emergência. Nesta pandemia vimos que quem tinha montado sua reserva de emergência não se desesperou ao perder o emprego ou ao ter sua renda diminuída. Mas e quem não o fez? O caos e o desespero tomaram conta da vida desta pessoa.

Assim, é de vital importância que, em cenários de pouca previsibilidade, a reserva financeira é quem lhe garantirá mais tranquilidade. Com ela, é possível passar por crises sem abrir mão do seu padrão de vida ou enfrentar muitos problemas.

4. Auxilia na realização de metas

A reserva de emergência tem suas características próprias, conforme vimos nos nossos artigos anteriores. Contudo, caso você esteja trabalhando para alcançar determinado objetivo, como, por exemplo, comprar uma casa ou mesmo abrir um próprio negócio, ao ter uma reserva de emergência poderá impedir que seja necessário adiar a sua meta em decorrência de algum imprevisto.

Assim, caso ocorra um evento não esperado, não será necessário retirar seus recursos financeiros das outras caixas para os seus planos (Caixa 4 da nossa Teoria), pois haverá uma quantia específica para esta emergência. É claro que o progresso da sua meta até poderá desacelerar um pouco dependendo do imprevisto, mas não será preciso deixar seus objetivos de lado para arcar com demandas eventuais.

5. Proteção a investidores

A reserva de emergência também possui papel fundamental para quem deseja realizar investimentos no mercado financeiro. Veja que, em períodos de crise econômica, como houve nesta pandemia de 2020, por exemplo, pode acontecer de os investidores sofrerem impacto na sua carteira de investimentos.

Contudo, tal impacto poderá ser minimizado ou mesmo superado caso não sejam efetuados resgates dos seus investimentos. E aí fica a pergunta: mas o que aconteceria se você investidor precisasse do dinheiro? E a resposta é: caso você tenha uma reserva de emergência, não precisará mexer no que está investido.

Assim sendo, o ideal é ter dinheiro em alta liquidez (ou seja, que caia na sua conta corrente o mais breve possível) para utilizá-lo nos seus momentos de emergência e/ou vitais/crucias ou mesmo difíceis como vimos acima, evitando-se, assim, prejuízos significativos no mercado financeiro.

6. Liberdade profissional

Este é, para mim, um dos melhores motivos para você começar, ainda hoje, a encher sua Caixa n° 1 (Reserva de Emergência): liberdade profissional. Ora, quem tem reserva de emergência pode se sentir mais livre para fazer escolhas, em especial as de cunho profissional.

Dessa forma, se você está organizado financeiramente terá muito mais facilidade para decidir, pro exemplo, sair de um emprego ou mesmo mudar de carreira.

Importante mencionar que, quem opta por trabalhar de forma autônoma, precisa dar atenção especial à sua reserva emergência, uma vez que a rotina pode ter a desvantagem da insegurança ou instabilidade financeira.

Assim sendo, podemos concluir que, ter um dinheiro reservado é de vital importância para o equilíbrio e a liberdade na sua profissão.

7. Prevenção do endividamento

Por fim, verificamos que quando um grande imprevisto acontece em nossas vidas e isso impacta nossas finanças pessoais, é preciso ter mais dinheiro para resolvê-lo; e, se não há uma reserva de emergência pronta para ser utilizada, o passo será pedir um empréstimo. Ou seja, endividar-se.

Como é conhecimento geral, a solicitação de crédito em bancos (ou demais instituições financeiras) envolve o pagamento de juros, e estes podem causar um impacto ainda pior no seu orçamento, uma vez que as parcelas e as taxas comprometerão sua renda pelos próximos meses.

Então, mais um dos principais motivos para ter uma reserva é evitar o pagamento de juros e a contração de dívidas no mercado.

Saiba mais em: www.persafinancas.com



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo